Começando do (quase) zero: acessórios

Eu leio muitos blogs de moda e sempre vejo as meninas falando que amam acessórios e gostam de usá-los pra transformar uma roupa. Comigo acho que rola o contrário: por mais que eu adore um bom par de óculos escuros e nunca saia de casa sem brinco, sou bem ruim em combinar acessórios, tenho um monte de manias como não usar anéis e pulseiras na mesma mão e, com exceção de sapatos mais mirabolantes, completamente ignoro a capacidade de um acessório de ser o ponto de foco de um outfit.

Mas aí dificulta muito né? Então estou na missão de mudar isso. No fim de semana passado fiz aquela limpa nos acessórios pra tentar deixar um respiro e entender melhor a relação deles com o meu estilo e as minhas roupas. Pra minha surpresa, foi bem mais difícil do que limpar o armário. Acho que dependendo da maneira como você escolhe usar, qualquer acessório pode se encaixar em qualquer estilo, por isso não consegui usar esse critério pra separar. A maioria dos acessórios que tenho também é bijouteria, comprados no Saara ou no eBay, então não deu pra separar muito por qualidade ou durabilidade.

E aí tem o problema dos sapatos… Minha única tara de consumo são sapatos. A única coisa que faz meu coração bater e minha razão fugir. A única coleção que acho que nunca vou completar. E o tipo de acessório que considero eterno, que nem jóia. Sempre achei que um sapato bem exótico e colorido era mais neutro do que uma camiseta branca; que são acessórios que carregam tanta personalidade que sempre se encaixam em qualquer outfit ou ocasião. Por causa disso eles são menos “perecíveis” do que outros acessórios ou roupas e muito mais difíceis de substituir – ou seja, foi um drama separá-los.

De qualquer forma, no fim separei mais ou menos a metade dos meus acessórios pra pilha do “não”, mas não consegui me desfazer de quase nada. Ficou assim:

Começando do (quase) zer: pilha do sim de acessórios

Começando do (quase) zero: pilha do não de acessórios

Até elástico de cabelo entrou na roda e em vez de me desfazer de tudo tentei analisar o que me levou a comprar essas coisas e como eu poderia substitui-las. Percebi muito a questão da idade: certas coisas já perderam a graça porque são meio adolescentes, acho que prefiro investir em clássicos de qualidade agora, acessórios que durem por mais do que um ano.

Acho que a maior diferença desse processo foi que com as roupas, eu sei que na pilha do “não” só tem coisas que eu de fato não quero, mas que tive que guardar por questões práticas e vou substituindo com o tempo. Com acessórios tem coisas que eu não dou bola agora mas que vou aprender a incorporar aos poucos ao meu estilo conforme consiga defini-lo melhor. Acho que vou aprender a fazer esses acessórios obedecerem ao meu estilo, sabe?

Enfim, não tirei grandes conclusões desse processo mas acho que ajuda muito tentar ver seus acessórios como uma coleção e não só individualmente, inclusive na hora de guardar. Apesar de ter me desfeito de muitas pulseiras, agora tenho a sensação de ter muito mais opções porque consigo enxergar todas elas combinando entre si. Talvez esse seja o maior trunfo dos acessórios – a combinação entre eles é multiplicadora.

Anúncios

8 comentários sobre “Começando do (quase) zero: acessórios

  1. Eu preciso fazer isso com os meus acessórios: juntar tudo num mesmo lugar e selecionar o que eu REALMENTE uso. Confesso que tem acessório que eu não uso simplesmente por não lembrar que ele estava lá…

    • Camila,
      Eu fiquei impressionada com o quanto isso me ajudou! E agora vou comprar caixinhas de jóia e outros recipientes de vidro pra guardar tudo, porque se eu não vejo na hora de me vestir, esqueço totalmente que tenho. Às vezes chego ao absurdo de pensar que precisava de um acessório de tal jeito e não lembrar que já tenho.
      p.s.: Adoro seu blog!

    • Oi Sofia!
      Essa sapatilha é da Mr. Cat, ainda tem pra vender (aqui no Rio toda menina tem)… Eu não acho que ela faça taaaanto meu estilo mas tenho e vou guardar pra sempre porque fui eu que a desenhei quando trabalhava pra um fornecedor da marca 😉 Faço o meu melhor pra incorporá-la ao meu armário!
      Beijoca!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s